Skip to content

As complicações mais graves em pacientes com doença de Crohn são a obstrução intestinal e, em 30% dos casos, a presença de fissuras e fístulas, ou seja, de perfurações no intestino que podem drenar para a região perineal, para a vagina e para a bexiga.

De acordo com o coloproctologista Mardem Machado, de Mato Grosso, além destes outros sintomas mais comuns são a dor abdominal, que pode estar associada à diarreia, hemorragia, perda de apetite, perda de peso, fraqueza, fadiga, náuseas, vômitos, febre e anemia.

“Podem ocorrer, ainda, sintomas provocados por complicações à distância, como dores articulares, aftas, lesões de pele, além de inflamação dos olhos, pedras nos rins e na vesícula”, pontua o especialista.

A causa da doença de Crohn é desconhecida, mas, segundo estudos, não estão descartadas as hipóteses de que seja provocada pela desregulação do sistema imunológico, que é o sistema de defesa do organismo.

Fatores genéticos, ambientais, dietéticos ou infecciosos também podem estar envolvidos.

A doença de Crohn se manifesta em homens e mulheres e muitas vezes em parentes próximos, sendo que a maior incidência ocorre entre os 20 e os 40 anos e também é mais alta nos fumantes. Além do que, a enfermidade é um fator que favorece o câncer de intestino.

Exame clínico e histórico do paciente são importantes para o diagnóstico da doença, além de exames de imagem, como endoscopia digestiva, colonoscopia, raios X do trânsito intestinal, tomografia e ressonância magnética.

Maio Roxo

O coloproctologista Mardem Machado é um apoiador da campanha Maio Roxo, que é voltado à conscientização da população quanto às Doenças Inflamatórias Intestinais (DII).

As principais são a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa. Há vários conteúdos nesta página sobre estas duas doenças, desde os principais sintomas até às formas de controle.

Deixe seu Comentário

Você precisa logarlogin para publicar um comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.