Ir para o conteúdo

O presidente estadual do MDB, deputado federal Carlos Bezerra, participou nesta segunda-feira (13) de uma reunião partidária com prefeitos e vice-prefeitos eleitos pela sigla. O encontro foi convocado pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que estuda a possibilidade de sair candidato ao governo do estado.

“Estamos discutindo a questão do MDB no estado de Mato Grosso, é o maior partido do estado e temos que conversar muito. Os prefeitos são lideranças importantes do partido, os quais tem que ser ouvidos”, disse Bezerra.

Pinheiro quer ganhar capilaridade dentro do MDB para formação de um grupo de oposição ao atual governador Mauro Mendes (DEM). O problema é que parte do partido apoia o governo. O gestor disse ter tido a confirmação de 24 lideranças à convocação, contudo, pelo menos 30% deste montante não compareceu.

“Eu sei todos os problemas, as pressões naturais neste momento. Estava esperando 24 (pessoas) entre prefeitos e vices que confirmaram a presença. Me parece que tem 6 ou 7 aqui… Se tivesse um seria com um, se é com 7, é com 7, se chegar 10, é com 10. […] O que importa é começar essa discussão”, disse Emanuel que ainda completou: “Melhor que começar com 100 e terminar com 5”.

Carlos Bezerra jogou panos quentes e disse que estas discussões só devem ganhar corpo no ano que vem, já que a disputa eleitoral será em 2022.

“A executiva já tratou disso. Deixamos espaço para tratar de tudo, mas deixamos para tratar deste assunto no ano que vem. Candidaturas ao Senado e ao Governo deixamos pra tratar no ano que vem. Este ano estamos tratando da chapa  de deputados estaduais e federais montando  a melhor chapa possível”, disse.

Disputa nacional

Bezerra confirmou o rompimento do partido com o residente Jair Bolsonaro. O parlamentar informou que a sigla buscará uma terceira via se distanciando da polarização Bolsonaro x Lula. Vale dizer que o parlamentar disputará a reeleição a deputado federal.

“O MDB nacional está buscando uma terceira via com mais 6 partidos, teremos um candidato à presidência da República”, declarou Bezerra que não descartou a possibilidade de reacender uma candidatura do ex-presidente Michel Temer.

 

Deixe seu Comentário

Você precisa logarlogin para publicar um comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.